sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Outro!!!




Mais uma investida…

Fazia dias que eu andava atrás de uma quebra de mar para poder fazer nova investida na Costa Ocidental. Uns dias antes tinha combinado com o companheiro Dani para irmos a eles, mas à última da hora o companheiro cortou-se porque tinha de ir jantar com a sogra, hehehehe…

Eu com o material de guerra preparado não podia desistir naquela altura, tinha três hipóteses, ou ia sozinho, ou arranjava alguém para ir comigo ou mudava os planos e em vez de fazer nocturna ia de madrugada.

Consegui encontrar um amigo para ir comigo e então lá fomos, chegámos ao pesqueiro por volta da meia-noite, escuro que nem breu, fizemos um pouco de tempo para a maré pôr alguma água no pesqueiro e começamos a spinnar, foi da 1h até as 9h da manhã…

O resultado foi apenas este Robalote de 1,800Kg que só apareceu já no raiar do dia, muito fraco para tantos lançamentos, não era bem isto que eu ia à procura, mas pior tinha sido se não trouxesse nada para casa.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Mais um...


Boas caros leitores deste blogue!
Começo este post por dizer que hoje nada me fazia prever ir a pesca…
Comecei o dia por fazer uns recados na rua pela manhã, e quando venho para casa por volta do meio-dia apercebo-me de que o dia começa a ficar um pouco nublado, pensei cá para mim, olha umas nuvenzinhas que coisa tão rara este inverno, pois há meses que faz sol todos os dias, impossibilitando as condições de pesca durante o dia … De repente lembro-me “e se eu fosse!” e porque não!!!
Como tinha de sair para procurar umas cenas e ficava de caminho, arrumei a mochila com o material de spinning e lá vai ele que se faz tarde. A decisão há ultima da hora foi acertada, pois tive a sorte de encontrar este Robalo que por lá andava, pena foi não ser um que eu vi a caçar à superfície, esse sim era dos grandes, fez me lembrar um submarino a submergir, o desgraçado do peixinho que era perseguido quase que corria ao de cimo de água, ainda lhe lancei uma amostra de superfície várias vezes mas nunca mais o vi …

PS: Para aqueles que pensam que isto é um mar de rosas, no domingo para 2ºfeira fiz uma nocturna com um frio do caraças numa praia erma onde não via 1m à minha frente, surfcasting e spinning, resultado um sargo de palmo…

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Robalo de pijama

Começa assim:
Há dois dias atrás tinha previsto um spinning matinal, então deixei a mochila preparada na véspera e a cana com carreto e clip logo para não perder muito tempo… Quando o despertador tocou o sono era mais que muito e estava pregado à cama, aquilo nem com uma grua ia lá. Esquece, lá se foi a pesca…

Mas ontem à noite andei aqui na net a pesquisar umas amostras que me inspiravam alguma confiança para um certo pesqueiro, fui me deitar com aquilo na cabeça e acho que levei a noite toda a sonhar com o raio das amostras já no tal pesqueiro, só que o problema é que a maré estava vazia e não podia pescar, então estive toda a noite à espera que enchesse para poder lá pescar, ou seja não dormi nada, e andei nisto até as 5:30 da manhã…
Foi então que pensei, já que não durmo é hoje que vou fazer uns lances, tinha tudo preparado ainda do outro dia, saltei da cama comi qualquer coisa e lá vai ele nas calminhas, nem o pijama despi, o peixe sabe lá o que é que um gajo tem vestido, Hááááhhhhh…Chego lá assim que saio da carrinha fiquei com as pontas dos dedos completamente congeladas, "Áhhh queres pesca, atão toma lá pesca" não sei bem que temperatura estava mas na carrinha marcava 4ºgraus, depois de 3h de pesca sem sentir qualquer peixe e já com o ombro completamente desaparafusado fiz uma pausa para comer umas bolachinhas e pensei, faço mais meia dúzia de lançamentos e “bato a asa”
Pois assim foi, fiz mais três lançamentos e lá saltou este cachaço para minha alegria, mais uma vez a esperança foi a ultima a morrer.
Saúde.

domingo, 15 de janeiro de 2012

O Lobo e o Guerreiro "A Maratona"

Pois é… Havia algum tempo que tinha falado com o companheiro Dani para fazermos uma maratona de pesca num dos nossos locais preferidos… Então na semana passada e a combinar mais uma investida quando o Dani me desafiou para fazermos a tal maratona, disse-lhe logo “vamos embora hóm”
E assim foi, preparar material, isco e mantimentos e vamos a eles. O objectivo era ficar de 5ºfeira a sábado. Na 5ºfeira e quase sem dormir pela excitação da pesca, apanhei o Dani em Albufeira as 13h e seguimos ao nosso destino. Lá chegados, descemos o laredo e tratamos de montar as canas de Surfcasting e mete-las de molho para voltarmos a carrinha buscar o resto do carregamento, só o esforço para aceder ao pesqueiro duas vezes deixou-nos exaustos…
Montamos o “quartel general” que iria ser a nossa casa nos próximos 2 dias. Na pesca a primeira noite de surfcasting apesar da expectativa não foi nada produtiva tendo eu tirado apenas dois peixes já bons e o companheiro igual… As 5h da manhã decidi encostar o material de surfcasting e percorrer o spot a spinnar, disse ao Dani (deixa mas é isso da mão e vamos ali mandar umas amostras) comecei a bater a zona a pente fino e passado pouco tempo vejo o Dani também ele a mandar amostras, passado 1h a lançar amostras para cá e para lá deixo de ver o Dani e pensei, quando passar aquelas pedras não lanço mais e vou me amalhar um pouco estou farto disto, era o cansaço a falar mais alto… quando estou a chegar às ditas pedras faço um lançamento a amostra cai na agua e já está presa a put….. Pensei eu que era uma pedra, nada disso, as pedras não puxam com tanta força, começo a trabalhar o peixe para cá e para lá durante cinco ou seis minutos enquanto assobiava pelo Dani, para o avisar que “eles andem aí” tirei um peixe de 4Kg meti-o numas pedras e voltei à carga sempre a olhar a ver se via o companheiro, pois o nosso “quartel general” ainda ficava a uns 500 metros de distancia, o sono e o cansaço desapareceram e deram lugar a uma adrenalina misturada com um nervosismo bom. Passados meia dúzia de lançamentos e já estava outro cravado na minha amostra, e vai de assobiar ao companheiro já me doía a boca de tanto assobiar pensando cá para mim “porra mas o que é que aquele gajo anda a fazer que não me ouve” tirei um peixe de 3Kg meti-o junto do outro e sorri a dizer já estou safo hehehehehe… Volto a lançar no mesmo local e assim que amostra cai na agua sinto um puxão tão grande e a cana dobrou de tal maneira que tive a sensação de sentir a fateixa da amostra a rasgar qualquer coisa, possívelmente um grande Robalo que falhou o ataque e a fateixa tenha ficado presa no lombo do animal, vai mais umas assobiadelas ao companheiro sem sucesso… Nisto o dia começa a nascer e começo a sentir a amostra volta e meia a prender nas pedras, achei melhor acabar por ali não fosse perder a amostra e acabar a pesca com outro sabor… Volto ao “quartel general” e a medida que vou curvando a falésia não via o Dani, “queres ver que o gajo está…” começo a fazer barulho quando o vejo assomar a cabecinha, “atão caral… tas a dormir” o homem pregou um saltou agarrou se a cana de spinning e ainda foi fazer uns lançamentos ali na areada, eu guardei os barbudos e também fui fazer mais uns lançamentos mas já sem sucesso… Nunca pensei que uma 6ºfeira 13 me começasse tão bem.



4Kg+3Kg


Era altura de descansar durante o dia para à noite atacar outra vez, final de tarde toca a vestir o fato e vai de mandar amostras mas sem sucesso, até que as pedras começam a dar umas dentadinhas nas amostras e achei melhor parar por ali e ir para a areada pescar ao fundo… Tivemos uma noite muito difícil, com as pescas a prenderem nas pedras que havia no fundão e a enlearem constantemente sem sentir peixe, as iscadas vinham iguais e como se não chegasse ficou um frio como há muito não sentia, nem com whisky aquecia, perto da meia-noite o companheiro chega perto de mim eufórico com um Sr. Robalo de 3,5Kg que fez animar um pouco a noite e seria o único da noite ao fundo…



O Companheiro Dani com o seu merecido Robalo de 3,5Kg

Às 4h da manhã e com a temperatura a descer cada vez mais encostei as canas de fundo e lá fui mais uma vez lançar umas amostras, desta vez o companheiro Dani foi comigo. Logo no inicio tive um ataque mas não ferrou, continuei a bater a zona a pente fino e quando chego lá ao canto sinto um toque faço a ferragem e começou a “dança do ventre” deste vez e apesar de brincalhão não é dos grandes, tinha apenas 2Kg e foi o único dessa sessão que durou das 4h às 8h da manhã…




Um macho de 2Kg

Agora já era sábado e hora de arrumar o material todo, subir aquilo tudo duas vezes até à carrinha, “Áh queres pesca, atão toma lá pesca” estava na hora de voltar à burrice da cidade.
Queria aproveitar para deixar um obrigado ao Matos dos SpinMasterTeam com quem tenho trocado algumas ideias de spinning e que com isso tenho aprendido bastante, um abraço…
Mas um dia destes quando menos esperam o Lobo e o Guerreiro estão lá pela calada da noite cravados neles, hehehehe, “Vamos a eles companheeeeeero”



O "quartel general"

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

O 1º do ano

Boas pessoal!
Começo por dizer que não está fácil, apesar de ter tirado este peixe fiquem sabendo que esta não foi a primeira vez que apostei desde o inicio do ano, já lá iam cinco investidas sem sucesso. Ainda no sábado fiz uma noite de Surfcasting na Costa Vicentina com um grande amigo sem tirar um único peixe em 9h de pesca com um frio de rachar, já andava a pensar em vender a arca frigorífica e construir um curral…
Hoje de manhã e ainda cansado da última investida lá fui eu mais uma vez mas aqui mais perto, pois sei que a persistência é o maior trunfo, desta vez levei apenas o material de spinning . Começo por pescar num spot durante 4h sem um único toque e ainda perdi uma amostra, arrumei o material e rumei a outro spot na mesma zona, começo a lançar aqui e ali durante mais duas horas, só já faltava lançar para trás das costas… Quando já menos esperava senti uma prisão que pensei que fosse tudo menos peixe, mas estava enganado, era mesmo um peixe e um bom peixe que pregou uma valente corrida e me fez esquecer todos estes dias que passaram…
Até breve.

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Moments

As condições por aqui no sul não andam nada famosas para a faina, pois o tempo parece verão, a diferença é que faz frio à noite, este ano não chove as tempestades teimam em não entrar os fundos não remexem e tudo isto vai-se reflectir mais tarde num futuro próximo. Aproveitei estes dias para reunir uma quantidade de fotos e pequenos vídeos que vou fazendo ao longo do ano, alguns de capturas outros de aventuras e até algumas brincadeiras, costumo faze-lo numa de brincadeira e para mais tarde recordar, pois a pesca não são só as capturas. É um pouco grande mas tudo o que lá está foram dias especiais e inesquecíveis, e seria uma pena deixa-los de fora.
Saúde e um bom ano para todos os leitores deste blogue.