quarta-feira, 8 de maio de 2019

Spinningboard

“Spinning”
Boas pessoal!
Já havia bastante tempo que tinha vontade de fazer uma investida de spinning em modo (spinningboard) mas as condições para este tipo de pesca têm de ser muito próprias, gosto das águas baças e o mar quase de rojo para garantir o máximo de estabilidade em cima da prancha…
Escolhida a zona de ataque e já no terreno fiz um estudo muito apurado do pesqueiro a partir do cimo da falésia, pensei em atacar ao redor de umas pedras que tinha marcado lá de cima pois aquilo pareceu-me ter bom aspecto e podia ser que esfolasse por ali algum robalote, se por acaso não sentisse nada nesse local podia ainda alargar a zona de ataque para os lados.


Assim que cheguei lá a baixo meti-me na água e fui direito à zona que me pareceu ser boa em redor de umas pedras, alguns lançamentos e amostra presa, (já o burro nãã vai direito) pensei eu em voz alta, uma coisa boa de pescar assim é que raramente perco amostras, pois se ficarem presas vou lá busca-las. Recuperei a amostra mas o terminal ficou roído e nadei até à pedra mais próxima onde em cima desta rapidamente fiz um novo terminal e voltei para a água, uns metros mais à frente havia uma zona que fazia um bonito rebojo e logo meti lá a mesma amostra que me parecia ideal para aquelas condições, acho que ainda não tinha esticado bem a linha e já tinha um robalote kileiro lá cravado 😤 que cena fixe apanhar peixe assim sentado em cima de uma prancha de bodyboard, desloquei-me para trás da pedra para desferrar o robalote e prendê-lo no enfião sem fazer muito alarido não fosse assustar algum outro que andasse por lá. 

Voltei ao mesmo sítio e faço tudo igual, com cerca de uns dez lançamentos talvez e a pensar já em mudar para outro local porque aquele peixe seria filho único levo uma bela mocada e até me desequilibrei no momento de fazer a ferragem 😊 por pouco não caí ao mar hahahhaha, este era maior e depois de o trazer até mim com calma desferrei-o e enfião com ele, bom a coisa até nem ia mal, pois em meia horita já tinha curtido ali dois peixinhos porreiros.

Agora sim com mais alguns lançamentos no mesmo sítio e sem sentir nada arranquei para outra zona onde também nada senti, depois andei por lá a explorar uns cantinhos que me pareciam propícios mas nada de actividade, entretanto já tinha passado algum tempo e decidi regressar, ao passar pela zona onde tinha apanhado os peixes resolvi parar e fazer mais meia dúzia de lançamentos, mas desta vez estava do lado oposto da zona quente e com um artificial passeante, joguei três vezes e toma, lá estava mais um a cabecear na ponta da linha, Robalo bonito e energético que me deu uma prazeria do caraças 😊

Peixe no enfião, faço mais alguns lançamentos e toma, peixe na ponta da linha novamente, este foi sol de pouca dura pois soltou-se a meio da recuperação, penso que fosse um kiliero e passado cerca de meia horinha dei por terminada esta jornada e fui para cima, o bichinho no estômago também já dizia que estava na hora.


Neste tipo de pesca prefiro usar a Crafty Sea bass 2,70m light game da Cinnetic, sendo uma cana pequena manobra-se melhor e acho-a mais indicada para trabalhar os passeantes, também reduzo ao máximo o material e levo para baixo apenas o essencial porque normalmente escondo o ceirão num buraco no meio das pedras e por vezes só volto passado umas horinhas, evitando por isso deixar coisas de valor no ceirão e assim posso vaguear mais à vontade, pois nunca sei se vou ficar ali pertinho ou se vou para longe, a vontade de explorar e avançar mais uns metros neste tipo de pesca para fazer dois ou três lançamentos é difícil de controlar 😊

Tem sido uma Primavera positiva para mim, tenho feito umas pescas engraçadas e desta vez até consegui contornar o tão afamado cardume de um e lá vieram três 😊
De salientar que esta foi uma jornada que quase não acontecia, pois andei reticente para abalar para a pesca, mas lá está, eles não vêm ter a casa, eu pelo menos eu em casa nunca apanhei nada, só bebedeiras assim sem querer 😂


Já lá em cima tive à conversa um bom bocado com um típico pescador/mariscador que passava na sua velhinha e fiel casal 5 e parou para meter conversa comigo, um homem da terra dono de um saber e de memórias que até me fez pensar que afinal de contas não percebo nada disto, era um sujeito bem-falante e porreiro, gosto de conversar com malta assim e chego á conclusão de que muitas histórias ficarão por contar e permanecem apenas guardadas na memória destes velhos pescadores que toda uma vida frequentaram estes pesqueiros de que eu tanto gosto, às vezes dou por mim a pensar como seria isto há uns 30/40 anos atrás, deviam aparecer por aqui uns Robalões do catano…


Material utilizado
Cana:  Cinnetic Crafty Sea bass 2,70m light game
Carreto:  Cinnetic Cautiva Devil 4500
Linhas: multi  RAYBRAID 0,18 com terminal 0,40 Skyline da Cinnetic
Artificial: Jerkbaits & Passeantes


Depois daquele estrafego todo estava na hora de papar uma sopa à qual lhe juntei uma batata-doce e empurrei tudo com um copo de vinho, um gajo tem de comer alguma coisa 😋


No dia antes deste numa outra zona em que o mar ainda tinha um toque, tive a fazer uns lançamentos e cravei apenas esta baila que foi o meu jantar, a fomeca era tanta e já quase sem luz solar foi tudo feito muito à pressa que nem me lembrei de registar o momento 😐


A apanha do lixo já faz parte do ritual nestas minhas idas à pesca.


Joaninha


Buraco


Nesta altura do ano quando vou para estes lados e tenho oportunidade apanho sempre uns burriés para beber umas cervejinhas, um gajo tem de comer alguma coisa 😉

Pessoal por hoje é tudo, usem o mar mas não abusem dele.
Saúde e força aí…

18 comentários:

  1. Boas Pedro,

    Vejo que isso andou também animado por ai... Essa cena do boardspinning ou spinningboard ou surfspinning deve ser engraçado pahhhh Qualquer dia ainda experimento mas no rio que é mais parado :D eheheheh

    Força neles...
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comé Luis!
      Ultimamente têm aparecido uns Robalos porreiros nos meus laredos, sempre dá para safar a época agora no final ;)
      Uuuiiii esse rio, quantas vezes eu já pensei: se houvesse um rio desses mais para sul eu logo de contava um conto ;)

      Saúde e força aí nesses investidas ;)

      Eliminar
  2. Olá Pedro,
    Essa deve ser uma técnica interessante sem duvida.Ainda gostava de esprimentar um dia mas agora não HaHaHaHa
    Olha deu para apanhares uns belos peixes amigo Pedro e ainda apanhaste uma coisa que eu gosto muito esses burgaus que estao como mesmo bom aspeto HahHaHaHa
    Parabens por tudo e tambem pelo apanha do lixo que esses porcos deixam poi ai espalhado
    Força com eles
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas Jorge!
      Sim é uma pesca diferente e que me dá prazer, gosto de andar por lá a explorar ;)
      Eu cruzo-me muitas vezes com os burriés, mas é agora mais na altura do verão que eu gosto de fazer este petisco para beber umas cervejolas ;)
      A apanha do lixo como tu sabes já faz parte, pelo menos deixo os meus spots mais limpos para uma próxima investida que faça por lá ;)
      Saude e força aí.

      Eliminar
  3. Como estás Pescador?
    Afinal à Labraxs,dizia o meu vezinho que nao havia robalos e olha venho aqui é isto hihihihi. Quem sabe sabe e o resto é conversa hihihihi e ainda por cima logo 3 Pedro,afinal os cardumes estão a crescer nos teus buracos.Pena foi do outro ter se solto se não em vez de 3 eram 4 hihihihi
    E ainda uma avaria esse é que deve ter sido um belo jantar há beira mar.
    Joaninha voa voa que o teu pai está em lisboa hihihihi assim dizia a criançada na minha rua quando eramos miudos hihihihi belos tempos.
    Obrigado Pedro por mais um lindo relato com tudo como sempre nos tens habituado
    Até á proxima

    João Correia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas João!
      Opa pois depende das zonas e talvez da insistência do pescador também, áhh a cena de ter apanhado três desta vez foi fixe :) e se o outro não tivesse bazado era melhor ainda, mas deixa estar que eu logo lhe faço a folha hahhahaha
      Opa é muito bom comer um peixinho acabado de apanhar, gosto mesmo de fazer estas cenas...
      Yah, acho que toda a gente dizia isso quando encontrava uma joaninha :))
      Obrigado eu pelo teu comentário João ;)
      Saúde e força aí...

      Eliminar
  4. Boas Pedro,
    Mais umas capturas engraçadas, parabéns!
    É de valor fazer esse tipo de pesca, isso até merecia um vídeo para partilhares essas experiências em cima da prancha. Qualquer dia a gente ainda se cruza a caminho da ilha...

    Petisco, farnel e sentido de ajudar o próximo não te faltou.

    Forte Abraço e aperta com eles

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comé Manel!
      Obrigado ;)
      Gosto de pescar assim porque exploro uma zona maior e mais por fora, como sabes os laredos são curtos e ou temos sorte de estar lá um peixe à nossa espera ou então chapéu, tenho pena é do mar não dar condições boas na altura mais quente do ano para os compridos ;)
      Nunca se sabe, não era a primeira vez que nos cruzávamos sem querer...

      Tem de ser, há coisas na pesca que não podem faltar ;)
      Saúde e força aí...

      Eliminar
  5. Grande Pedro,
    Essa é uma pesca que nao é para qualquer um,tal como tu penso que seja mais indicada para surfistas que estáo habituados ás ondas.O que me mete confuão ai seria na altura de remover as fateixas do peixe e controlar a rebentação das ondas ao mesmo tempo,muitos parabens.

    Mais uma vez a ajudar o meio hambiente é de valor,tambem tenho me dedicado a fazer umas ações desse tipo e aconselho toda a gente a fazê-lo.
    Boas comidas que tu marfas lol
    Grande abraço

    XD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas Sandro!
      Sim, malta que esteja habituado às ondas é mais fácil, mas penso que um gajo que seja desenrascado e se sinta à vontade com o mar também o pode fazer quando o mar estiver chão...
      Tirar as fateixas já requer muita atenção e concentração, não é para gajos trapalhões ;)

      Sabes como é, os pesqueiros sujos para mim é uma preocupação :(
      Um gajo tem de comer alguma coisa hahhaha
      Saude e força aí Sandro ;) obrigado

      Eliminar
  6. Então Pedro tudo bem?
    Boa malha essa de spnningboard,como se costuma dizer á que arriscar para depois se petiscar.E tu petiscaste uns bons robalos e ainda uns caramujos que estão bem apetitosos haha
    Isso ai no lixo é uma para lamas dum jeep?

    Olha e papaste logo a baila,ai malandro malandro haha caramba não perdoas.
    E se ficasses em casa ainda apanhavas mas éra uma tal bebedeira daquelas,é preciso é lá ir e o resto é conversa para mudos haha
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas Rafael!
      Como já disse atrás, é uma pesca que me dá prazer pelo contacto com o mar..
      Burriés com umas cervejinhas é grande petisco.
      Yah é um guarda lamas de uma Strakar L200

      A baila apanhei-a e lembrei-me de repente que podia ser o meu jantar naquele dia, nem tarde nem cedo, foi logo hahhahaha
      Em casa volta e meia acontecem coisas dessas haahahha
      Obrigado e força aí...

      Eliminar
  7. Pedro! Na tarda tens de registar a prancha na capitania local para poderes pescar nela… ahaha
    Olha, os percebes de Sines mamei-os eu!!!!
    Foi um triplete bem esforçado, parabéns pelo esforço…. Só falta fazeres o mesmo para pescar a chumbica ao sargo.

    Abraço e continua forte!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comé Mata Chibos!
      Olha que isso não sei mas já me lembrei de cenas que é melhor nem falar aqui para não dar ideias aos idiotas ;)

      Hahahaha pois eu sei, o João disse que me avisava com antecedência mas avisou-me no próprio dia e já tinha uma maratona de petisco combinada, o que vale é que ele tem lá um saco de favas guardado para mim :)))))

      Olha gosto de fazer esta pesca assim e parece que dá resultados, só tenho pena de conseguir fazer mais vezes, lá está é como as ilhadas...
      Abraço e obrigado, força aí amig...

      Eliminar
  8. João Miguel Almeida Carriço8 de maio de 2019 às 22:49

    Boa noite companheiro pescador.
    Fico deliciado ao ler os teus comentários.
    Quando quiseres vir as praias da zona de Leiria/ Marinha grande, combinamos uma pescaria, está feito o convite.
    Bons lances

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas João!
      Desde já obrigado pelas tuas palavras, é bom saber que o pessoal gosta, pois isto por vezes dá mais trabalho do que parece e é bom ter elogios da parte dos leitores ;)

      Muito obrigado pelo convite, normalmente não vou para essas bandas mas se por acaso se proporcionar aviso, ainda por mais que eu sei que isso aí é boa zona daqui para a frente ;)

      Obrigado mais uma vez ;) saúde e força aí João.

      Eliminar
  9. Viva amigo.
    O comentário já vem tarde, mas chegou, não estava fácil de vir aqui ao blog...
    Enganas-te os robalotes bonitos e ainda apanhas-te uma ondinha, melhor que isso para um pescador/surfista não há... lol

    Lá vais ter que comer alguma coisa, desta vez lixas-te a avaria, e os desgraçados dos burries, eheheheheh, assim é que é :)

    Força ai amigo e parabéns pelo post, um abraço....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comé amig João!
      Tens andado um bocado arredio, tás armado em Robalo agora :)
      Por acaso foi um dia altamente este, curti bué ;)
      A baila papei-a logo lá e os burriés vieram para papar em casa no dia seguinte com uma fresquinha ;)
      Obrigado e um abraço, força aí.

      Eliminar